Designer madeirense Fábio Carvalho cria nova marca

A marca criada pelo designer Fábio Carvalho em 2009, em nome pessoal – Fábio Carvalho Design Moda – chegou ao fim em fevereiro último aquando da sua vinda à Madeira para participar, como criador, no Funchal Noivos & Festas.

Desde então, segundo refere em comunicado enviado à redação, a vida do jovem madeirense "deu imensas voltas", sendo que este fez uma pausa para "ver as melhores opções e poder fazer as coisas que realmente gosta, mas mantendo outros trabalhos paralelamente de modo a pagar contas e sobreviver."

Viver no Reino Unido desde 2017 alterou o seu modo de olhar para o mundo, sendo esse um dos motivos pelo qual não pensa em regressar à Região. Agora, tomou a decisão de criar uma marca que seja "de e para o mundo em geral". Acriação da marca vem na sequência de uma proposta feita por amigos, em que recai sobre o designer madeirense toda a responsabilidade criativa da mesma.

"Será uma linha 'eco-friendly' e quase 'zero waste'", conta. "Não pretendemos ser nenhum movimento revolucionário de 'berraria na rua', nem insurgir contra as decisões governamentais, pois temos noção que tudo que fazemos ou vestimos poderá danificar ainda mais o ambiente", acrescenta. Por essa razão a marca irá proceder "ao aproveitamento máximo de tecidos", entre outrras coisas.

Na mesma nota enviada à redação refere que a produção será 'made in' Brasil e, em termos de matéria prima, serão utlizados tecidos maioritariamente italianos, mas também cortiça portuguesa.

"A Madeira não ficará esquecida das inspirações da marca, seja pelas cores, formas, tudo que me venha à mente, mas todos os conhecimentos que foram obtidos nas poucas ainda viagens realizadas serão aplicados", refere ainda.

Mais acrescenta que a marca está já em fase de registo. "Aguardamos pela confirmação definitiva do Reino Unido, onde foi feito o pedido, para podermos utilizar como marca oficial e registada, apesar de todos os nossos trabalhos e esboços estarem de acordo com a designação da marca que pretendemos, mas sem confirmação oficial, torna-se complicado o lançamento", conclui.