Igreja de Santa Luzia recebe hoje o ’10.º Festival de Órgão da Madeira’

Hoje é o sexto dia do `10.º Festival de Órgão da Madeira', organizado pelo Governo Regional, no âmbito do Programa de Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo. Um dia em que se evidencia o concerto "La superba, O despertar do violoncelo", música do século XVII, com João Vaz, no órgão, e Diana Vinagre, no violoncelo barroco. O evento irá decorrer na Igreja de Santa Luzia pelas 21h30.

Para amanhã, quinta-feira, 24 de outubro, a Igreja do Colégio e o seu grande órgão de carvalho e mogno, de duplo teclado que, recorde-se, teve um custo de 300.000 euros, suportado em 70% pela União Europeia, recebem, pelas 21:30, o concerto de António Esteireiro "O órgão no século XXI". Será um reportório dedicado ao presente século e que inclui improvisação que é, aliás, uma tradição organística.

O 10.º Festival de Órgão da Madeira', já reconhecido internacionalmente, e que se prolonga até o próximo domingo, dia 27, ao integrar o referido Programa de Comemorações, apresenta-se com uma programação dedicada a "Seis Séculos de Música para Órgão", convidando a uma viagem musical através dos séculos e do património organístico existente na Região Autónoma da Madeira.