Porto Santo Beach Party não regressa no próximo ano

Iolanda Chaves

Dário Silva diz que este foi o último ano do festival Beach Party.

Segundo o empresário muita coisa correu mal. A coincidência de datas, com o Festival do Petisco, e a autorização de abertura dos outros bares até às 4h00, foram dois dos motivos. Relativamente ao som diz que este ano também o vento não ajudou.

Dário Silva revelou assim que manterá os negócios na ilha do Porto Santo, mas não o Festival.

O empresário disse ao JM que chegou a pagar viagens a 1.000 euros para artistas e que o cachet de alguns destes DJs chegam aos 4.000 euros.