Exposição de Filipa Venâncio na Marca de Água regista mais de 400 visitantes em duas semanas

A exposição "Playground" da autoria da pintora Filipa Venâncio, patente na Galeria Marca de água, foi inaugurada no passado dia 24 de Abril, tendo já registado uma afluência de mais de 400 visitantes no espaço das últimas duas semanas.

A principal razão apontada pela galeria de arte contemporânea, deve-se à valorização do papel dos serviços educativos, que contemplam visitas orientadas e oficinas de expressão plástica, como parte integrante da programação artística da galeria.

Ao longo destes dois anos de atividade da galeria, foram já realizadas várias iniciativas dirigidas ao público juvenil, discentes em vários estabelecimentos de ensino, com quem a galeria tem vindo a reforçar colaborações, nomeadamente com a Escola da APEL, com o Instituto Superior de Administração e Línguas, Universidade da Madeira e com a Escola Secundária Francisco Franco, além de várias instituições de solidariedade social.

No decorrer da exposição de Filipa Venâncio aconteceram já quatro visitas orientadas dirigidas a alunos de Artes Visuais da Escola Secundária Francisco Franco, estando programadas outras duas visitas já amanhã, pelas 10h30 e 16:00.

Também para amanhã, 16 de maio, a galeria irá apresentar uma curta-metragem "Dada" de André Moniz Vieira, seguida de uma tertúlia em torno de "Playground" e de "Dada" tendo como orador convidado o professor da Universidade da Madeira, Vitor Magalhães ao qual se juntará os respetivos artistas.

Esta tertúlia vem ainda assinalar o Dia Internacional dos Museus, que se comemora a 18 de maio, data em que a galeria Marca de Água festeja o seu segundo Aniversário. O tema deste ano, lançado pela organização é "Museus como plataformas culturais. O futuro da tradição" que será também um dos motes para a tertúlia que se irá realizar.