Morreu aos 90 anos o baterista Hal Blaine

Lusa

O baterista Hal Blaine, membro do grupo de Los Angeles Wrecking Crew e conhecido por tocar em clássicos de Frank Sinatra, Elvis Presley, The Beach Boys e John Lennon, morreu na segunda-feira aos 90 anos, na Califórnia.

A notícia foi confirmada pela família do músico, num comunicado através do Facebook: "A família aprecia o suporte e as orações que foram feitas pelo Hal em todo o mundo e pede, respeitosamente, privacidade neste momento de luto. Não haverá mais detalhes a serem divulgados neste momento".

Ao longo da sua carreira, Blaine participou na gravação de clássicos como “Pet sounds” e "Good vibrations" da banda Beach Boys, “Bridge over troublewater” e "Mrs. Robinson" da dupla Simon & Garfunkel, "Strangers in the night" de Frank Sinatra ou "These boots are made for walkin'" de Nancy Sinatra, entre outros.

Ao saber da morte do músico, Brian Wilson, dos Beach Boys, chamou-o de "o maior baterista de todos os tempos".

"Estou tão triste, que nem sei o que dizer. Hal Blaine era um grande músico e um amigo que eu não consigo expressar por palavras", disse Wilson num ‘tweet’, acompanhado de uma fotografia dele e Blaine sentados ao piano.

"Hal ensinou-me muito e teve muita participação no nosso sucesso- ele era o maior baterista de todos os tempos”, acrescentou Brian Wilson.

O músico era um dos membros da Wrecking Crew, uma equipa de músicos de estúdio de Los Angeles, do produtor Phil Spector, que era chamado várias vezes para tocar em álbuns por diversas bandas de ‘pop’, ‘jazz’ ou ‘R&B’.

Blaine foi incluído no Rock and Roll Hall of Fame, em 2000, e recebeu um prémio de carreira da Academia da Gravação em 2018.