Governo vai condecorar Alberto Vieira no Dia da Região

Paula Abreu

O Governo Regional vai condecorar o historiador Alberto Vieira no Dia da Região e o CEHA deverá receber o seu nome.

O anúncio foi feito por Miguel Albuquerque ao JM e ao PEF. O governante classificou o madeirense, que faleceu na noite da última segunda-feira, como “um eminente historiador e investigador que prestou revelantíssimos serviços à nossa região, à elevação e à divulgação da sua cultura, teve um papel decisivo na investigação histórica”.

Por isso, o reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo coordenador do Centro de Estudos da História do Atlântico será através da atribuição de uma insígnia autonómica pelos seus erviços no âmbito da cultura e do património, a ser entregue a título póstumo no dia 1 de julho, Dia da Região Autónoma da Madeira.

Miguel Albuquerque anunciou ainda que o próprio CEHA poderá passar a chamar-se Centro de Estudos da História do Atlântico – Alberto Vieira. “É uma nossa intenção. É de toda a justiça. É um homem com um grande mérito, que desaparece prematuramente e que é uma grande perda para a Região”, realçou o presidente do Governo Regional, confessando a sua “grande admiração e amizade” por Alberto Vieira. “Temos de fazer tudo para honrar a sua memória e o seu trabalho”, disse ainda, garantindo que o legado do historiador será continuado. “O pior que podíamos fazer era parar com a investigação da cultura na Madeira”.