Grupos da DSEAM apresentam três concertos neste fim de semana

A Secretaria Regional de Educação / Direção Regional de Educação através Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia (DSEAM) promove este fim de semana três concertos, dois deles interativos, no Funchal, em São Vicente e no Porto Moniz.

No dia 3 de março, o Ensemble Vocal Regina Pacis apresentar-se-á na Igreja da Boa Nova, pelas 20h00, para um concerto de Quaresma – o período de quarenta dias de preparação para a Páscoa – que pretende reforçar, pela música, o sentimento quaresmal que a época nos transmite.

Com um programa que irá incidir, entre outros, em temas renascentistas de compositores portugueses e italianos e onde as vozes se fundirão de forma harmoniosa, o grupo pretende criar um ambiente intimista com o público, proporcionando um ambiente de grande elevação espiritual.

O Ensemble Vocal Regina Pacis foi constituído pela maestrina Zélia Gomes em Outubro de 2001, na dependência da Secretaria Regional de Educação, com o principal objetivo de dar a conhecer ao público a polifonia renascentista, sendo o primeiro grupo deste género musical na Madeira. De referir que, embora a polifonia renascentista seja o foco do seu trabalho, o seu repertório não se limita a este género. É constituído por estudantes de canto – 3 sopranos, 2 mezzo-sopranos, 2 altos, 3 tenores e 3 barítonos –, com idades compreendidas entre os 18 e os 37 anos.

No dia 4 de março, a Orquestra de Bandolins da DSEAM apresentará, em conjunto com a EB1/PE de São Vicente e a EB1/PE da Ponta Delgada e Boaventura, um concerto – anteriormente agendado para o dia 25 de fevereiro mas que, com as intempéries que assolaram a Madeira nos últimos dias, foi adiado para este fim de semana – com coordenação musical e artística dos professores Rui Pimenta, André Ferreira e Teresa Leão. Este espetáculo será dinamizado pelos cerca de 44 alunos que representam as escolas de São Vicente, em parceria com esta orquestra. Este concerto contará, ainda, com a colaboração da Tuna de Bandolins da DSEAM, com a responsabilidade artística do professor Tiago Lobato, contabilizando assim 77 músicos em palco. No reportório a apresentar serão dinamizadas as modalidades de canto e instrumental orff, através de compositores como Bizet, Guns N’ Roses ou Leroy Anderson. O concerto acontecerá no auditório da Escola Agrícola da Madeira, em São Vicente, pelas 17 horas.

A Orquestra de Bandolins da DSEAM foi criada em 1989 e é composta por 17 jovens músicos. Compõem esta orquestra bandolins, bandolas, violas e contrabaixos e o seu repertório inclui músicas dos géneros clássico, ligeiro e contemporâneo. A direção artística é da responsabilidade de Teresa Leão.

No Centro de Ciência Viva do Porto Moniz poderá assistir, também pelas 17 horas, ao concerto interativo protagonizado pelos Ensembles de Clarinetes A e B da DSEAM com a EB1/PE/C do Porto Moniz. Em palco, juntar-se-ão os 27 elementos destas formações artísticas aos 25 alunos da escola, que serão acompanhados e orientados pelo professor Miguel Neiva. Do programa constam 14 temas, interpretados pelos vários grupos, em separado e em conjunto, selecionados especificamente para clarinetes e onde predominam os estilos Swing e Ragtime. O destaque vai para os compositores Sidney Bechet, “Petite Fleur”; Terence J. Thompson com o seu arranjo no estilo Swing, Suite City Scenes; e John Lenon e Paul MaCartney, “Yesterday” – canção que foi concluída por Paul MaCartney numa viagem entre Lisboa e o Algarve e gravada em 1965 para o álbum Help. O repertório escolhido tem como finalidade ir ao encontro da faixa etária dos alunos que irão interagir com os Ensembles A e B e dos respetivos encarregados de educação.

O Ensemble de Clarinetes A da DSEAM foi constituído em 1996 e partiu da motivação e empenho dos estudantes em aprofundar e enriquecer as suas competências na execução de vários géneros e estilos musicais. Este Ensemble é composto por 13 executantes, com idades compreendidas entre os 13 e 30 anos. O Ensemble de Clarinetes B da DSEAM foi constituído em 2008 e é constituído por 14 executantes. Ambos contam com direção artística de José António Sousa.

Se ainda não tem planos para o fim de semana, estas poderão ser excelentes opções!