Salvador Sobral em destaque na Europa

Tânia R. Nascimento

Esta noite, dez jovens artistas europeus, entre os quais o português Salvador Sobral, são distinguidos na edição de 2018 do prémio "European Border Breakers Awards", por ocasião de uma cerimónia no festival Eurosonic Noorderslag, em Groningen, Países Baixos.

Depois da sua vitória no Festival Eurovisão da Canção, o artista foi forçado a interromper a sua carreira devido a um problema de saúde, mas nem esse obstáculo impediu o reconhecimento do seu trabalho e sucesso pelas instâncias europeias.

Estes prémios de música popular contemporânea, cofinanciados ao abrigo do programa "Europa Criativa", da Comissão Europeia, que dispõe para o seu período de vigência de um orçamento de 1,46 mil milhões de euros, reconhecem os melhores artistas da Europa que alcançaram sucesso para além das fronteiras do seu país com o primeiro álbum lançado internacionalmente.

O apoio da Comissão Europeia reflete o compromisso com os setores culturais e criativos da Europa, permitindo enaltecer e divulgar o que de melhor se tem desenvolvido no continente.

Os prémios, cuja origem remonta a 2004, já reconheceram, entre muitos outros, nomes como Adele, Stromae, Mumford & Sons e Disclosure.