Carlos Perestrelo, antigo comandante da Zona Militar da Madeira, fala da "injustiça da exoneração" no novo livro 'Fogo Cruzado'

O antigo comandante operacional da Zona Militar da Madeira, Major-General Carlos Perestrelo, estará brevemente na Madeira para a apresentação do livro 'Fogo Cruzado', da editora 'Fronteira do Caos'.

A obra, que conta com o prefácio de Alberto João Jardim, "tem um cariz cultural que inclui relevantes dados históricos e relata actividades desenvolvidas durante a acção de comando do General Carlos Perestrelo, recordando factos que poderão estar associados à sua injusta exoneração, em Outubro de 2019", de acordo com a editora.

"Ao longo dos capítulos, além duma considerável biografia, estão alguns discursos proferidos, relações institucionais e as actividades que promoveram a aproximação da instituição militar à sociedade civil madeirense e onde não deixaram de ser referenciados os momentos de alegria e tristeza que evidenciaram inequívocas manifestações de solidariedade face às suas características de entrega incondicional ao serviço das Forças Armadas na Região Autónoma da Madeira e no Território Continental", acrescenta a Fronteira do Caos.