Sobraram 40 mil euros da linha de emergência de apoio à cultura na Madeira

Catarina Gouveia

Ficaram cerca de 40 mil euros por distribuir da linha de apoio para agentes culturais criada pelo Governo Regional no âmbito da pandemia da covid-19, que teve um valor máximo de 200 mil euros.

Valores avançados esta tarde pelo presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, que referiu que “todos os grupos que concorreram foram apoiados” nesta primeira linha de apoio ao setor cultural através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura.

Mesmo assim, “ainda ficaram quase 40 mil euros por distribuir” do total de 200 mil euros, o que levou o presidente do Governo Regional a lembrar aos grupos culturais que “têm toda a legitimidade para se socorrer desta linha neste período excecional”.

Considerando que é transversal aos profissionais do setor “um certo desânimo”, em que as circunstâncias da crise pandémica determinaram o encerramento de todos os grandes palcos, o que se refletiu em quebras nas receitas das várias associações, Miguel Albuquerque sublinhou que face à situação de emergência, o Governo Regional abriu uma linha de apoio à qual estas entidades “podem e devem concorrer”. Caso seja necessário, o Executivo irá reforçar a linha, acrescentou, “no sentido de garantir que a nossa cultura não vai abaixo nestas circunstâncias”, uma vez que “a cultura deve ser a última coisa a morrer”.

Falava durante a apresentação do Curso de Pós-graduação em Património Cultural Tradicional e Popular, no Centro de Estudos de História do Atlântico. Trata-se da quinta edição de um curso que chega pela primeira vez à Madeira, após passagens por Coimbra, Porto, Santarém e Aveiro.

Fruto de uma parceria entre a AFERAM – Associação de Folclore e Etnografia da Madeira, o Instituto Piaget (ISEIT de Almada - Ensino Universitário) e a Federação do Folclore Português, esta pós-graduação conta com 27 alunos inscritos, onde se incluem dirigentes de grupos de folclore da Região, de câmaras municipais, de serviços governamentais, guias turísticos, entre outros.