Ilhas Selvagens 50 anos de Reserva Natural

Comemora-se os 50 anos da Reserva Natural das Ilhas Selvagens. O propósito é dar a conhecer estas ilhas que constituem o território português mais a sul. É este também o objetivo deste artigo, dando também a conhecer os objetivos do vasto programa de comemorações, já que a localização geográfica das ilhas dificulta a sua visita.

As ilhas Selvagens estão localizadas a sudeste da ilha da Madeira, distando 300 Km da ilha da Madeira e cerca de 180 Km da ilha de Tenerife em Canárias. São constituídas por duas ilhas, a Selvagem Grande, e a Selvagem Pequena e por uma série de ilhéus, sendo o principal o Ilhéu de Fora. A estas ilhas está associada uma vasta área marinha.

A Selvagem Grande tem uma área de 245 hectares e é caracterizada por uma extensa zona planáltica. O ponto mais alto da ilha tem 100 metros de altitude. A Selvagem Pequena com uma área de 20 hectares é coberta em larga extensão por areia calcária. Atinge uma altitude máxima de 49 metros, no Pico do Veado. O Ilhéu de Fora com uma área de apenas 8 hectares é também coberto por areia calcária e atinge uma altitude máxima de 18 metros, no Pitão Pequeno.

Estas Ilhas são estratégicas para Portugal, pois permitem a extensão em larga escala do mar territorial português.

A sua importância não se fica pela sua localização geográfica. As ilhas encerram em si uma riqueza natural incalculável, riqueza essa que se estende desde o mar à terra.

Estas ilhas, ricas também em história, constituíram em 1971 a primeira área Classificada e Reserva Natural do país, e uma das primeiras áreas protegidas da Europa. Este fato em muito se deveu ao naturalista e ornitólogo Paul Alexander Zino, britânico, mas residente na Madeira e que despoletou o interesse do valor natural destas ilhas, possuindo ainda hoje a família Zino a única habitação privada das ilhas.

Estas ilhas tem suscitado imenso interesse internacional. A título de exemplo em 2015 a National Geographic efetuou uma expedição a estas ilhas tendo resultado vários artigos e vídeos promocionais, tendo esta conceituada instituição considerado que as Selvagens correspondem a um dos mares mais pristinos de todo o Mundo.

A soberania e o apoio aos trabalhos técnicos no terreno têm sido assegurados de forma exemplar pelos Vigilantes da Natureza que tem sido uma presença continua nestas ilhas à cerca de 40 anos, apoiados a partir de 2016 pela Policia Marítima.

Recentemente foi apresentado o programa das comemorações dos 50 anos da Reserva Natural das Ilhas Selvagens, sobre uma visão, de que estas ilhas sejam uma incontornável referência mundial para a conservação da natureza até 2071.

O programa assenta em 4 valores:

Divulgar, o valor e importância da Reserva Natural das Ilhas Selvagens;

Envolver, a comunidade regional, nacional e internacional na sua preservação;

Maximizar, maximizando e melhorando a capacidade de gestão através do aumento da empatia e do conhecimento;

Transferir, promovendo a transferência do conhecimento adquirido.

A todos estes valores estão associados muitas ações, umas de menor dimensão e possivelmente mais fáceis de execução, outras mais ambiciosas como é o caso da expedição a estas ilhas no antigo bacalhoeiro Santa Maria Manuela com o patrocínio da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

O Governo Regional da Madeira gere e continuará a gerir esta Reserva Natural terrestre e marinha de valor ímpar, já reconhecida a nível nacional e internacional, com o desafio de implementar todas as medidas de gestão necessárias para tornar esta reserva uma incontornável referência mundial para a conservação da natureza.