Fazer o Bem

 

O presente que vivemos transporta-nos para um nível de incerteza muito grande no futuro já de si incerto. A Pandemia que se instalou no globo não dá tréguas e as suas repercussões são palpáveis no presente e com sérias repercussões futuras. É o clima de medo, de instabilidade, o espectro da morte, a crise financeira presente e futura e acima de tudo a alteração de rotinas a que estamos sujeitos, se são os hábitos que nos definem, a sua perda envolve a alteração de paradigma vivencial, podemos dizer que a pandemia sonegou-nos a vida como a conhecíamos.

O desígnio do Homem é certamente elevado, e fazer o Bem é-nos inato. Hoje vivemos já tempos de dificuldade financeira inesperada e o futuro carrega um nível de incerteza ou se preferirmos pessimismo elevado. Por tal facto a associação Dignitude, uma IPSS que resultou da parceria entre a Cáritas Portuguesa, Plataforma de Saúde em Dialogo, ANF e Apifarma, através do seu programa Abem: Rede Solidária do Medicamento, gerou uma nova valência de assistência social ao medicamento, por forma a dar resposta as situações emergente originado pela Pandemia, isto é, um auxílio extraordinário às pessoas que passem por dificuldades económicas temporárias devido ao encerramento do seu local ou posto de trabalho, redução de rendimentos e desemprego, designado, Emergência Abem: Covid 19. A criação de um fundo de emergência abem: Covid 19 foi fundamental para angariar verba para permitir alocar aos auxílios necessários que sabemos serem mais que muitos. Neste momento decorre o leilão solidário entre 22 de junho e 6 julho na plataforma eSolidar de uma camisola oficial da Juventus autografada pelo fenomenal jogador de futebol Cristiano Ronaldo, https://www.esolidar.com/auction/detail/2307-camisola-da-juventus-autografada-por-cristiano-ronaldo# por forma a capacitar financeiramente o fundo para os auxílios necessários.

O auxílio prestado pela Abem como sabemos, é sob a forma de um cartão que é concedido pela entidade referenciadora, permitindo a aquisição de todos os medicamentos comparticipados pelo estado sem custos. No país existem já 176 entidades referenciadoras, quase 15000 beneficiários e mais de meio milhão de medicamentos dispensados gratuitamente através do programa Abem, e já neste novo fundo emergência Abem: Covid 19 foram apoiados mais de 200 beneficiários. Na Região Autónoma da Madeira existem apenas 2 entidades referenciadoras a Câmara Municipal de Santa Cruz e a de Machico que já referenciaram 782 beneficiários, que não pagam por medicamentos comparticipados, e neste contexto de Emergência Abem: Covid19 mais 31 beneficiários (Câmara de Santa Cruz). Era bom que a Madeira fosse um exemplo neste campo, em que todas as Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia e IPSS, aderissem ao programa, que pelos números apresentados, poderíamos verificar o alcance social da medida, de reter que 1 em cada 10 portugueses não tem dinheiro disponível para a aquisição de medicamentos, e que este é um programa insuspeito em que todo o dinheiro doado reverte para o auxílio em medicamentos de forma transparente, apresentando inúmeros prémios nacionais e internacionais desde a Nato Charity Bazaar até a FIP.

Torne o Fazer o Bem, um hábito!

 

Bruno Olim escreve

à quinta-feira, de 2 em 2 semanas

Director do Programa Ilhéu Saudável