Por esse mundo além... em Toronto!

Hoje, dia 10 de junho, comemora-se o dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Estando atualmente a viver em Toronto, no Canadá (o segundo maior país do mundo em termos de área), vou partilhar um pouco da minha experiência, enquanto membro da comunidade portuguesa, na diáspora.

Toronto é a maior cidade do Canadá, localizada na Província do Ontário. É uma cidade moderna, multicultural, com cerca de 3 milhões de habitantes, sendo que metade são imigrantes. Estima-se que vivam cerca de meio milhão de portugueses nesta província: 300 mil açorianos, cerca de 14 mil madeirenses, e os restantes oriundos de Portugal Continental.

A comunidade lusa em Toronto, como não podia deixar de ser, também comemora o dia 10 de junho. Hoje, podemos assistir à “Parada do Dia de Portugal”, em que todas as associações, clubes, e Casas de Portugal desfilam pela Dundas Street West, uma rua no coração de Little Portugal, uma zona maioritariamente portuguesa. A Casa da Madeira, que celebrou recentemente o seu 55º aniversário, e respetivo rancho folclórico também animam o cortejo. É uma alegria assistir e participar nas festividades, unidos na saudade e no orgulho de ser português.

Ao longo dos últimos anos, alguns emigrantes madeirenses destacaram-se na comunidade portuguesa. Exemplo disso são: a Dr.ª Joana Gonçalves, médica de família; Leo Pereira, empresário, ex-presidente da Federação de Profissionais e Empresários Luso-Canadianos; Bernadette Gouveia, fotojornalista em vários jornais e publicações portuguesas e cofundadora da Galeria dos Pioneiros Portugueses; e José Mário Coelho (falecido em 2014), autor, compositor, produtor, diretor e apresentador de programas de rádio e televisão, antigo Delegado Permanente das Comunidades Madeirenses no Canadá e cofundador da Galeria dos Pioneiros Portugueses. José Mário Coelho publicou, em 2006, um livro extraordinário intitulado “Pequenas Histórias de Gente Grande”, que retrata a odisseia dos pioneiros portugueses no “imenso e frio Canadá”.

A Galeria dos Pioneiros Portugueses, fundada a 13 de maio de 2000, é um museu que contém o espólio da primeira vaga de emigrantes, que chegaram em 1953 ao Canadá. A ideia original, de perpetuar a memória e as histórias dos pioneiros da emigração portuguesa, foi de Bernadette Gouveia, apoiada por José Mário Coelho e concretizada por Manuel da Costa (que forneceu o espaço). Recentemente, o museu ganhou uma nova área - “O Baú da Avó”, onde podemos redescobrir brinquedos antigos, dinamizada pela curadora Humberta Araújo. A Galeria é um local de passagem obrigatória em Toronto, já tendo sido visitada por diversos políticos portugueses.

Por esse mundo além... somos milhares! Milhares de portugueses que honram as suas raízes, cultura e bandeira. Adoramos Portugal! Festejamos as vitórias da seleção e sofremos com os incêndios. Também gostamos quando se lembram de nós e nos vêm visitar! Atualmente, graças ao desenvolvimento tecnológico, é possível visualizar, em tempo real, o que se passa na Madeira, e assim, aligeirar a saudade. Contudo, antigamente, a comunidade madeirense no Canadá aguardava, entusiasticamente, pelo programa “Atlântida” da RTP Internacional, apresentado pela carismática Maria Aurora, para “ver” a ilha. Hoje em dia, Duarte Rebolo é o anfitrião do programa, e reforça os laços, semanalmente, também na RDP Internacional, oferecendo-nos um caloroso “Abraço da Madeira”. Muito obrigada a todos os que se lembram de quem está mais além!