Morreu João Araújo, advogado de José Sócrates

João Araújo, advogado defensor de José Sócrates no âmbito do processo da Operação Marquês, morreu na última noite na sua residência casa, avança a Renascença com base em informação confirmada por fonte familiar.

Segundo informa a mesma fonte, o advogado, que sofria de cancro, piorou recentemente, sendo que o mesmo já estava a ser acompanhado em casa.

A par do advogado Pedro Delille, João Araujo, representou Sócrates durante cerca de cinco anos.

João Araújo, advogado polémico, chegou a ser condenado em tribunal ao pagamento de 12.600 euros por difamação e injúria a uma jornalista a quem mandou “tomar banho”, recorda ainda a Renascença.