PSD quer audição urgente do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros

Redação

O Grupo Parlamentar do PSD entregou um requerimento para que o Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros seja ouvido no Parlamento a fim de prestar “todos os esclarecimentos a propósito da exclusão de Portugal da lista de destinos seguros elaborada pelo Governo britânico e ainda das restrições e limitações que têm sido impostas por outros estados à entrada de passageiros oriundos de voos com origem em Portugal”.

No documento, os social-democratas consideram que a decisão do Reino Unido de excluir Portugal de uma lista de destinos seguros que beneficiarão de corredores aéreos para os cidadãos britânicos que pretendem gozar umas férias no estrangeiro e evitar a quarentena no regresso ao país “é uma decisão que tem um enorme impacto para a recuperação do setor do turismo em Portugal tendo em conta que no ano passado os turistas britânicos representaram cerca de 20% do total de dormidas de não residentes".

“A exclusão de Portugal desta lista tem grandes consequências económicas e sociais para ambos os países, tendo também em conta a importante comunidade britânica a residir em Portugal e que, obviamente, beneficiaria da possibilidade de se deslocar para o Reino Unido sem necessidade de observar um período de quarentena. Ora, nem mesmo a possibilidade, já avançada por um porta-voz do Governo britânico, de um turista britânico poder ir de avião para Espanha e depois de carro para Portugal, gozar as suas férias, e depois voltar ao seu país pela mesma via, parece atenuar os efeitos negativos desta decisão do Governo britânico em relação ao nosso país”, lê-se.