Prisão preventiva para suspeito de matar rapper Mota Jr

João Luizo, suspeito de ter matado o rapper português, tem 26 anos e foi detido em Manchester.

Segundo avança o Correio da Manhã, João Luizo, suspeito de matar o rapper Mota Jr, ficou em prisão preventiva esta quinta-feira.

A Polícia Judiciária confirmou que foi presente a primeiro interrogatório judicial de arguido detido, um segundo suspeito da prática dos crimes de rapto e de homicídio, de que foi vítima o conhecido Rapper Mota Jr., no passado mês de março.

A detenção teve lugar no Reino Unido, no dia 28 de maio e ocorreu em cumprimento de Mandado de Detenção Europeu, emitido no âmbito de inquérito titulado pelo DIAP de Sintra e cuja investigação se encontra a cargo da Unidade Nacional Contra Terrorismo, da Polícia Judiciária.

Ao detido foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

À ordem deste inquérito encontra-se preso preventivamente um outro indivíduo, presumível coautor, na sequência de detenção concretizada, aquando da chegada a território nacional, em voo proveniente do Reino Unido, no passado mês de maio.