Pai de Valentina tenta pôr termo à vida novamente

Sandro Bernardo, o pai de Valentina, terá tentado novamente suicidar-se na prisão de Lisboa. Segundo o Correio da Manhã, esta segunda tentativa de suicídio foi realizada através da ingestão de lixívia e detergente.

O pai de Valentina chegou à cadeia de Lisboa na quarta-feira passada, ao final da tarde, após ter estado no hospital prisional de Caxias, em Oeiras, e foi colocado na ala de quarentena da prisão, onde terá ingerido na madrugada passada lixívia e detergente. Segundo o referido jornal, ainda não se sabe como Sandro terá tido acesso às substâncias.

Após o episódio, o pai de Valentina foi levado para o hospital de Santa Maria, em Lisboa, e teve alta já esta manhã, tendo regressado ao estabelecimento prisional. O pai de Valentina encontra-se a receber assistência psiquiátrica.

À TV 7 Dias, uma fonte prisional revelou que Sandro esteve sempre “bastante medicado” e sob “análise para perceber o comportamento” que teria, mal foi preso. Contudo, o facto de aparentar estar estável levou a que fosse transportado para “uma ala com vista para o mar e com acesso direto à casa de banho”.

“Ao mudar para esta nova enfermaria, passou a ter acesso à casa de banho livremente. Se lhe deram essa liberdade, certamente que é por entenderem que já não apresenta perigo de voltar a cometer a mesma ação”, revelou uma fonte do Hospital Prisional de Caxias.

Sandro estava sozinho na cela e era impedido de ver televisão. “Por ordem superior e por parte médica, a televisão foi retirada e não tem acesso às notícias. Mantém-se isolado dos restantes reclusos, passando a maior parte do tempo fechado. Tem estado tranquilo, no entanto encontra-se sob vigilância”, revelou a mesma fonte