Polícia Judiciária detém assaltantes à mão armada

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, localizou, identificou e deteve um homem, de 21 anos, em flagrante delito, por detenção de arma proibida e outros dois homens, de 18 anos, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática de crimes de roubo qualificado, coação agravada e detenção de arma proibida.

Os ora visados são suspeitos de, no passado mês de janeiro, conjuntamente com outro autor já detido e em prisão preventiva, terem entrado em vários estabelecimentos comerciais, solicitando que fossem registadas apostas avultadas no sistema designado como PLACARD.

Após o registo de tais apostas, algumas de valor bastante elevado, na ordem dos milhares de euros, e quando lhes foi solicitado o pagamento respetivo, os autores ameaçaram os funcionários, exibindo armas de fogo e apropriaram-se das apostas efetuadas, pondo-se, rapidamente, em fuga.

Nas diligências ontem realizadas, a Polícia Judiciária apreendeu uma arma de fogo, uma arma branca de grandes dimensões, munições de vários calibres, bem como uma embalagem de spray de gás pimenta.

Um dos detidos tem antecedentes por crimes graves, já tendo sido sujeito a medidas de coação em outros inquéritos, as quais nunca cumpriu, encontrando-se, igualmente, em situação de permanência ilegal em Portugal.

Os detidos serão presentes a primeiro interrogatório judicial, no qual serão sujeitos à aplicação das medidas de coação processual adequadas.

A Polícia Judiciária irá prosseguir a investigação, visando apurar a eventual participação destes presumíveis autores em outros crimes idênticos.