António Costa diz que "temos de robustecer o SNS"

O primeiro-ministro António Costa fala ao País após a reunião com os parceiros sociais, em São Bento, sobre o Programa de Estabilização. "Temos de robustecer o SNS por causa de eventuais novos surtos e para recuperar trabalho adiado", sublinhou Costa, garantindo ter recebido "bons contributos" nestes dois dias de reuniões.

A Comissão Europeia apresentou, hoje, a tão aguardada proposta de fundo de recuperação, cujo valor é de 750 mil milhões de euros - para ajudar os países da União Europeia a reerguer a economia. Desse valor, Portugal pode receber 15,5 mil milhões de euros em subvenções - distribuídas a fundo perdido - e 10,8 mil milhões de euros sob a forma de empréstimos concedidos em condições favoráveis.

Portugal, que se encontra na última semana da segunda fase de desconfinamento, está ainda, de acordo com o secretárioo de Estado da Saúde, "em fase de dar respostas" porque "balanços só devem ser feitos no final".

Quanto a números, Portugal contabiliza um total de 1.356 óbitos e 31.292 infetados, segundo os dados da Direção-Geral de Saúde.

Mas também o número de recuperados continua a subir, sendo que hoje são mais 253 do que ontem, elevando o número total para 18.349.