Emigrante português morto no sofá desde janeiro em França

Um emigrante português, de 48 anos, foi encontrado morto na passada terça-feira no interior da casa onde morava, em Lyon, na França.

De acordo com o Correio da Manhã, o indivíduo estava sentado num sofá, rodeado de garrafas de bebidas alcoólicas. Estaria morto desde janeiro, quando deixou de ser visto pelos vizinhos, que julgaram que estivesse em Portugal. Não há quaisquer indícios de crime.

Segundo o CM, o alerta terá sido dado por um agente imobiliário, com quem o homem terá contratado a venda do imóvel. Estranhando a falta de notícias, e com um contrato na mão, o agente imobiliário decidiu alertar as autoridades que se depararam com o corpo no sofá da sala.

A polícia local afirma que o homem vivia sozinho e tinha “hábitos solitários”, razões pelas quais ninguém deu pela falta do emigrante português.