Injeção na TAP deverá rondar os mil milhões de euros

Apesar dos valores ainda não estarem fechados, a injeção na companhia aérea TAP deverá ser na ordem dos mil milhões de euros, avança a TSF.

De acordo com a mesma fonte, o Estado e os acionistas privados da companhia aérea têm mantido reuniões nas últimas semanas e, sendo que o dinheiro deverá ser injetado seguindo um modelo semelhante ao aplicado noutros países europeus que já foram em auxílio às suas companhias aéreas: um rácio entre o número de aviões e o número de passageiros transportados em 2019. No caso da Swiss Air, que tem 107 aviões e transportou 21,5 milhões de passageiros o ano passado, recebeu ajudas públicas no valor de 1.400 milhões.

Note-se que a TAP tem uma frota de 105 aviões e transportou o ano passado 17,1 milhões de passageiros, conforme recorda a mesma fonte, citada pelo Jornal Económico. Os dois lados da negociação apontam para um valor que ronda os mil milhões de euros, podendo até ser ligeiramente superior.

O Estado e os acionistas privados da TAP estiveram reunidos nas últimas duas semanas para encontrar uma solução para a transportadora aérea portuguesa, que está parada há cerca de dois meses devido à pandemia da Covid-19. Esta semana, decorreram novas reuniões entre o Estado e a Comissão Executiva da TAP.