Dois vão presos por suspeita de regar com gasolina homem em Amadora

Dois homens, um deles agente da PSP, ficaram hoje detidos preventivamente, por suspeitas de terem agredido “com violência” e “regado com gasolina” outro homem, na sexta-feira, na Amadora, com quem teriam negócios, informou a polícia.

Em comunicado, a Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) adianta que a “situação de desordem com agressões envolvendo quatro pessoas” ocorreu na sexta-feira, pelas 16:00, quando os dois suspeitos abordaram outros dois homens, “por motivos relacionados com negócios entre si”.

Um dos homens foi “agredido com violência, por intermédio da força física, e regado com gasolina , aparentemente com o intuito de lhe provocar receio de consequências mais graves a que poderia ficar sujeito”, indica a PSP.

Na nota, a PSP acrescenta que os suspeitos foram localizados pelas 20:00, tendo sido “formalmente detidos fora de flagrante delito”.

Um dos suspeitos é agente da PSP, tendo sido decretada a “imediata suspensão preventiva do exercício de funções” e aberto um processo disciplinar, lê-se ainda no comunicado.

“Até ao presente momento, a informação recolhida aponta para que esta ocorrência nada tenha a ver com o exercício das funções de polícia”, esclarece a PSP.

Os dois suspeitos foram hoje de manhã presentes a Tribunal, tendo sido decretada como medida de coação a prisão preventiva.