Coronavírus: Passageiros provenientes da China não foram alvo de rastreio

Iolanda Chaves

Passageiros provenientes da China, onde as autoridades sanitárias estão preocupadas com o avanço do coronavírus, aterraram esta quinta-feira no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, mas não foram alvo de rastreio, conforme adiantou a TVI24 em reportagem no local.


"Mediram-nos a febre para despistar algum tipo de febre, caso contrário não nos tinham deixado viajar", contou um dos turistas ouvido pelo canal dando conta do controlo efetuado à saída.

A ANA Aeroportos questionada no âmbito da reportagem sublinha que o controlo, a ser feito, será da responsabilidade da Direção Geral da Saúde, entidade que já fez saber que está a seguir o protocolo da Organização Mundial da Saúde (OMS) que, por sua vez, ainda não emitiu um alerta internacional.

Conforme disse na quarta-feira a diretora geral da saúde, Portugal acionou os dispositivos de saúde pública devido ao coronavírus proveniente da China e tem em alerta o Hospital de São João, no Porto, o Curry Cabral e Estefânia, em Lisboa.