PJ detém homem pela prática de roubo, incêndio e porte de arma proibida

JM

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, localizou, identificou e deteve, em flagrante delito, pela detenção de arma proibida, um homem, de 66 anos, que é, igualmente, fortemente suspeito da prática de crimes de roubo qualificado e de incêndio.

Os factos que originaram a investigação ocorreram no passado dia 2 de fevereiro de 2019, quando o ora detido, conjuntamente com dois coautores ainda não identificados, abordou a vítima na via publica, tendo-se apropriado de dinheiro, telemóveis e da sua viatura, fugindo de seguida. A viatura da vítima veio mais tarde a ser localizada, completamente carbonizada.

Na realização de busca domiciliária, a Polícia Judiciária apreendeu uma arma de fogo proibida e devidamente municiada.

O detido tem antecedentes criminais, por ilícitos graves, já tendo cumprido penas de prisão efetiva e será presente a primeiro interrogatório judicial, no qual será sujeito à aplicação das medidas de coação processual tidas por adequadas.

A Polícia Judiciária irá prosseguir a investigação, visando apurar a identificação dos restantes coautores, bem como o envolvimento do ora detido em outros crimes idênticos.