CDS-PP Madeira com forte presença no Congresso Nacional

O Conselho Regional do CDS-PP aprovou a lista de delegados ao 28.º Congresso Nacional do partido, por 70 votos a favor e 5 em branco. A lista proposta pelo presidente da Comissão Política Regional, Rui Barreto, é composta por 25 efectivos e 5 suplentes. Contando com as inerências (deputados, presidentes das comissões políticas concelhias, vereadores, o primeiro das assembleias municipais, presidentes de juntas de freguesia, secretário-geral e secretários-gerais adjunto) são mais de 70 congressistas que se deslocam a Aveiro, a 25 e 26 de Janeiro.

Congresso marca o fim do mandato de Assunção Cristas e o início de uma nova liderança, com candidatos já assumidos: João Almeida, Filipe Lobo d’Ávila, Abel Matos Santos e Carlos Meira.

No Conselho Regional, foi ainda decidido dar liberdade aos militantes para apoiarem as diversas Moções de Estratégia Global que venham a ser apresentadas pelos dirigentes nacionais.

O presidente da Comissão Política do CDS-PP Madeira, Rui Barreto, releva a “forte mobilização” dos militantes da Região, “num ano em que o partido esteve fortemente envolvido em três atos eleitos de suma importância e ao mesmo tempo desgastantes” – Europeias, Regionais e Nacionais.

O líder regional diz que o objetivo do CDS Madeira para este Congresso “é a prossecução dos objectivos traçados pela nossa estrutura, que é afirmar convictamente os valores da democracia cristã, da democracia participativa, da família e fundamentalmente na defesa intransigente do aprofundamento da Autonomia Regional face à República, defendendo em primeiro lugar os principais interesses da Madeira no plano nacional”.