Bailarina tenta matar marido à facada em Portimão

A Polícia Judiciária informa em comunicado que através do DIC de Portimão e com a colaboração da GNR de Portimão, identificou e deteve uma mulher pela presumível autoria de um crime de homicídio na forma tentada.

"Os factos tiveram lugar num jardim de um condomínio privado em Portimão, onde a vítima e autora, ainda casados mas em processo de separação, se encontraram de forma inopinada", informa a nota de imprensa.

A mesma fonte acrescenta que o crime, "cometido com arma branca, resultou da conflitualidade já existente entre ambos, mormente por assuntos atinentes a um filho menor em comum. Após o encontro e troca de palavras, a autora munida de uma faca com cerca de 10cm de lâmina, desferiu um golpe no tórax da vítima, causando-lhe ferimentos graves que não lhe viriam a causar a morte porque foi intervencionado de urgência, encontrando-se agora livre de perigo".

Conclui que a "detida, de 41 anos de idade, bailarina, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medida de coação".