SESARAM denuncia uso abusivo do nome da entidade e afasta-se de clínica auditiva

O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM) denunciou hoje, através de um comunicado, o uso abusivo do nome da instituição de saúde regional por parte de uma clínica auditiva, afastando-se da mesma e garantindo não ter qualquer tipo de relação com essa unidade de saúde particular.

Leia o comunicado na íntegra:

"O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, E.P.E. (SESARAM, E.P.E.), após tomar conhecimento que uma Clínica Auditiva da RAM utiliza o nome do SESARAM para promover vendas de aparelhos auditivos, considera necessário alertar e esclarecer a população para os seguintes aspetos:

- Não foi formalizada nenhuma parceria entre o SESARAM e a Clínica Auditiva em causa;

- Não existiu nem existe nenhuma relação entre o SESARAM e esta entidade;

- O SESARAM é totalmente alheio a eventuais vendas/compras de aparelhos auditivos;

- Não foi autorizada a divulgação e/ou utilização do nome e/ou logotipo do SESARAM para promoção deste tipo de iniciativa;

- O SESARAM lamenta a situação e repudia a atuação da empresa em causa, usando o nome do SESARAM para alcançar os seus interesses;

- O SESARAM reforça que não existe qualquer tipo de parceria estabelecida com a clínica auditiva. Perante eventuais dúvidas sobre parcerias existentes no SESARAM, agradecemos que sejam esclarecidas na instituição por forma a evitar informações falsas e/ou duvidosas."