Metropolitano de Lisboa associa-se ao Ano Internacional da Tabela Periódica

No âmbito do Ano Internacional da Tabela Periódica, assim designado pela UNESCO, o Metropolitano de Lisboa iniciou, no passado mês de março, um ciclo de várias iniciativas, que se irão estender ao longo do ano de 2019, em parceria com o Departamento de Engenharia Química e do Núcleo de Estudantes de Engenharia Química, do Instituto Superior Técnico. Estas dinâmicas visam promover a tabela periódica junto dos clientes do Metropolitano de Lisboa e do público em geral.

Neste contexto, o Metropolitano de Lisboa associa-se às iniciativas acima descritas, comemorando, no âmbito dos 150 de existência da Tabela Periódica, o “Dia do Fósforo” (símbolo químico “P”), que se celebra amanhã, dia 30 de abril.

Quem passar amanhã pela estação Alameda da linha Vermelha, a partir das 17 horas, poderá, através de várias atividades, conhecer as propriedades deste não-metal, quais as suas possíveis aplicações e de que forma o mesmo se encontra presente no corpo humano, nos seres vivos, no meio envolvente e nos fertilizantes, entre outros.

Nestas atividades serão, ainda, esclarecidas questões como “Sabia que o Fósforo foi o primeiro elemento a ser descoberto, em 1669, na procura da pedra filosofal?” E ainda que “Fósforo significa luz brilhante e que se encontra na natureza combinado, formando fosfatos inorgânicos?” E que “o Fósforo é tão reativo que oxida espontaneamente em contacto com o oxigénio do ar atmosférico, emitindo luz, a que chamamos o fenômeno da fosforescência?”

Estará, igualmente, disponível na estação Alameda um Photobooth, para quem quiser tirar uma foto e partilhar nas redes sociais.