Cruz Vermelha Portuguesa faz 154 anos

Cruz Vermelha Portuguesa comemora hoje o seu 154.º Aniversário. Por ocasião data, o Presidente Nacional da CVP, Francisco George, diz que é "preciso, por isso mesmo, não esquecer o passado e continuar a dignificar o Movimento Cruz Vermelha. Não há futuro sem memória".

No dia 11 de Fevereiro, celebra-se a fundação da Cruz Vermelha Portuguesa há 154 anos. Foi nesse dia que o médico militar José António Marques concretizou um dos objectivos principais assumidos na Convenção de Genebra no ano anterior. Por indicação do Governo do Rei Luís de Bragança, tinha sido ele a representar Portugal nos trabalhos diplomáticos em Genebra Participou activamente na redacção final do texto da Convenção junto de outros 11 Delegados de Estados Soberanos, ao lado de Henry Dunant. Ao longo dos 154 anos de trabalho, a Cruz Vermelha Portuguesa obteve reconhecimento nacional e internacional que representa para todos um orgulho.

Cerca de duas centenas de pessoas reuniram-se hoje nos salões do Palácio do Conde D’Óbidos para celebrar o 154.º aniversário da Cruz Vermelha Portuguesa. O programa incluiu momentos de convívio, partilha de testemunhos numa tertúlia intergeracional e o lançamento oficial da nova edição do livro “Memórias de Solferino” de Henry Dunant. Ana Santos Pinto, Secretária de Estado da Defesa Nacional marcou presença no evento, bem como representantes de entidades parceiras, voluntários, colaboradores e ex-colaboradores dos serviços centrais da instituição.