SEF deteta documentos falsificados no Aeroporto de Ponta Delgada e de Lisboa

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) detetou, no Aeroporto João Paulo II em Ponta Delgada, durante o controlo de um voo para o Canadá, dois cidadãos estrangeiros com documentos falsificados.

O casal apresentou, aquando do controlo de fronteira, passaportes falsificados. Os cidadãos, intercetados esta quarta-feira, foram presentes no Tribunal Judicial de Ponta Delgada para validação da detenção e aplicação de medidas de coação.

Também esta semana, no Aeroporto de Lisboa, foi intercetado um cidadão estrangeiro portador de documento de identificação fraudulento. O cidadão viajava com destino a Dublin. O documento que apresentou, no qual havia sido substituída a fotografia, constava nas bases de dados como furtado, anuncia o SEF em nota enviada à comunicação social.