Carlos Pereira afirma: "Não admito receber nenhuma orientação do Governo”

O Governo reiterou à comissão parlamentar de economia a intenção de nomear Carlos Pereira para a administração da ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos).

De acordo como ‘Observador’, na audição que está a realizar-se esta quarta-feira na comissão parlamentar de economia e obras públicas, o deputado socialista cuja indicação para o regulador da energia está a levantar polémica, deixou uma garantia: “A ERSE não tem de receber orientações. Não admito receber nenhuma orientação do Governo”.