Portugal, Luxemburgo e Cabo Verde vão estabelecer acordo de cooperação na área da Defesa

Lusa

Portugal, Luxemburgo e Cabo Verde vão estabelecer um acordo de cooperação na área da Defesa, anunciou hoje o ministro Azeredo Lopes.

"Portugal está a concluir as negociações para um acordo desta natureza que envolva Portugal, Cabo Verde e Luxemburgo", afirmou hoje o ministro da Defesa português, na Covilhã, distrito de Castelo Banco.

O ministro falava durante o III Seminário IDN Jovem, uma iniciativa do Instituto de Defesa Nacional, que decorre hoje e sexta-feira na Universidade da Beira Interior.

Ao abordar a temática da Ação Externa da Defesa Nacional, Azeredo Lopes defendeu que é a favor de relações de cooperação que envolvam mais do que um país e que sejam vantajosas para as partes, tendo dado como exemplo o acordo que já está a ser trabalhado.

Lembrando que o Luxemburgo tem nas suas Forças Armadas 15% de portugueses, considerou que este acordo faz sentido por diferentes razões: "Nós temos muita competência, Cabo Verde tem as vantagens de uma posição geoestratégica muito importante para Portugal e o Luxemburgo tem dinheiro e tem muitos portugueses".

"O Luxemburgo vai financiar projetos, nós, se possível, integraremos militares luxemburgueses nas nossas missões marítimas, todos nos qualificamos e, assim, temos uma relação triangular e vamos criando relações de geometria variável que nos permitem, por exemplo, cumprir uma das opções fundamentais de qualquer política de defesa contemporânea, que é a de olharmos para o mar", acrescentou.