Bar e marmita dos pais são soluções para contornar greve nas cantinas

Lusa

Algumas escolas de Coimbra que têm os refeitórios encerrados devido à greve das trabalhadoras convocada para hoje optaram por reforçar o bar, fazer sandes ou pedir aos pais que assegurassem uma marmita para as crianças.

Várias escolas da região Centro têm hoje as suas cantinas encerradas devido à greve das trabalhadoras da empresa concessionária ICA, que garante o funcionamento e gestão dos refeitórios de 174 escolas da região.

Em Coimbra, o sindicato estima que 80% das escolas servidas por esta empresa têm os refeitórios fechados.

Na Escola Secundária D. Dinis, em Coimbra, com a cantina encerrada, a direção optou "pelo Plano B", que foi assegurar um "saquinho com duas sandes, uma peça de fruta e um pacote de sumos" para todas as crianças que tivessem marcado refeição para o dia de hoje, disse à agência Lusa o diretor do estabelecimento, Augusto Nogueira.

O responsável explicou que só na segunda-feira é que soube da greve e optou por reforçar pão e carne para fazer sandes, com a ajuda de funcionários.

Cerca de 250 refeições foram preparadas, acrescentou.

Já na Escola D. Duarte, optou-se por não se realizarem aulas da parte da tarde.

"Não temos capacidade para dar almoço a tantos alunos", esclareceu a diretora da escola, Isabel Veiga Simão, sublinhando que mais de metade dos 750 alunos teriam aulas da parte da tarde.

Com a cantina encerrada, a Escola Secundária Avelar Brotero optou por avisar os pais na manhã de segunda-feira, dando como alternativa o bar do estabelecimento, afirmou à Lusa o diretor, Manuel Esteves da Fonseca.

Os produtos no bar foram reforçados, mas "muitos alunos vão comer fora da escola, havendo muitas opções" nas redondezas (escola próxima de um centro comercial), acrescentou.

Já nas escolas de 2.º e 3.º ciclos Alice Gouveia e Ceira, também no concelho de Coimbra, a direção do agrupamento solicitou aos pais "para que as crianças trouxessem o necessário para comer" durante o período de almoço, informou a diretora do Agrupamento de Escolas Coimbra Sul, Margarida Girão.