Secretário de Estado da Saúde e presidente da Raríssimas demitem-se

Tânia R. Nascimento

A notícia está a ser avançada por vários órgãos de comunicação social.

O secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, está de saída do Governo, soube o Público, que avança que "ainda não é claro se o governante já formalizou o pedido de demissão".

Manuel Delgado deixa o executivo na sequência das denúncias sobre a gestão da associação Raríssimas, da qual tornou-se consultor e recebeu um total de 63 mil euros entre 2013 e 2014.

Por seu turno, também a presidente da Associação de Deficiências Mentais e Raras Raríssimas anunciou a sua demissão, avança o Expresso. "A minha presença já está a afetar a instituição e tenho de sair. Esta é uma cabala muito bem feita", disse Paula Brito e Costa.

A responsável sai três dias depois de a TVI ter denunciado práticas de gestão danosa dos dinheiros públicos que chegam à instituição de solidariedade social (IPSS).

Paula Brito e Costa estaria a negociar o abandono de funções com o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, desde a manhã de segunda-feira.