Manhattan/Ataque: Marcelo fala em “profunda consternação e enorme indignação”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou a sua “profunda consternação e enorme indignação” pelo ataque que ontem causou pelo menos oito mortos em Manhattan, Nova Iorque, manifestando a sua solidariedade com o povo norte-americano.

“Foi com profunda consternação e enorme indignação que tomei conhecimento do ataque com recurso a múltiplos atropelamentos ocorrido em Manhattan, na cidade de Nova Iorque, que provocou vítimas mortais e muitos feridos”, refere Marcelo Rebelo de Sousa, numa mensagem publicada no sítio oficial da Presidência da República.

O Presidente da República manifestou “em seu nome e em nome do povo português”, a sua solidariedade para com o povo americano e para com as famílias das vítimas.

Pelo menos oito pessoas morreram hoje e 11 ficaram feridas quando um homem conduziu uma carrinha para uma ciclovia movimentada perto do memorial do World Trade Center, em Manhattan, Nova Iorque, disse o mayor da cidade norte-americana.

O presidente da Câmara de Nova Iorque (mayor), Bill de Blasio, afirmou que o ataque foi “um ato de terrorismo”.

“Foi um cobarde ato de terrorismo contra civis inocentes”, afirmou.

A carrinha, que tinha sido alugada, atingiu várias pessoas, com o condutor a abandonar depois a viatura com duas armas de imitação nas mãos.

O homem foi de seguida atingido pelas autoridades no abdómen e acabou por ser detido, com as autoridades a referirem que está a ser operado e que é esperado que sobreviva.

A ocorrência a ser investigada como um possível caso de terrorismo.