Seia tem a funcionar dois pontos de recolha de bens não alimentares

A Câmara Municipal de Seia tem a funcionar dois pontos de recolha de bens não alimentares destinados a ajudar as vítimas dos "incêndios devastadores" que atingiram o concelho no domingo e na segunda-feira.

"No âmbito da solidariedade que vem sendo manifestada, o município informa aos particulares, empresas e outras entidades que se encontram a funcionar dois pontos de angariação para recolha de bens não alimentares destinados a ajudar as vítimas dos incêndios", refere a autarquia numa nota publicada na sua página na internet.

A fonte indica que os locais de recolha de bens não alimentares funcionam no Espaço Elo Comum (Avenida 1.º de Maio), onde são rececionados produtos de higiene, atoalhados, lençóis, cobertores, pequenos eletrodomésticos, loiças, talheres e demais utensílios de cozinha, e no Estádio Municipal, onde podem ser entregues artigos de mobiliário, eletrodomésticos e colchões.

Para qualquer dúvida ou esclarecimento, os interessados podem contactar os serviços do Município de Seia, através do telefone 238 310 230.

Na mesma nota, a autarquia de Seia, presidida por Carlos Filipe Camelo, informa que as famílias do concelho que foram desalojadas pelas chamas se encontram temporariamente acolhidas em casas de familiares e em instituições.

As centenas de incêndios que deflagraram no domingo, o pior dia de fogos do ano, segundo as autoridades, provocaram 44 mortos e cerca de 70 feridos, mais de uma dezena dos quais graves.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas, sobretudo nas regiões Norte e Centro.

O Governo decretou três dias de luto nacional, entre terça-feira e hoje.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos este ano, depois de Pedrógão Grande, em junho, em que um fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo a contabilização oficial, 64 vítimas mortais e mais de 250 feridos. Registou-se ainda a morte de uma mulher que foi atropelada quando fugia deste fogo.