GNR detém quatro homens por crime de extorsão em Mangualde

Redação/LUSA

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou hoje que deteve quatro homens pelo crime de extorsão, no concelho de Mangualde, distrito de Viseu. “O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Mangualde, no dia 17 de novembro, deteve quatro homens com idades compreendidas entre os 21 e os 33 anos, pelo crime de extorsão, no concelho de Mangualde”, refere um comunicado.

Segundo a nota de imprensa, no âmbito da investigação que decorria” há cerca de quatro meses, os militares da GNR apuraram que os suspeitos ameaçavam e coagiam as vítimas para entrarem no seu veículo, transportando-as para um supermercado”. No espaço comercial, as vítimas “efetuavam um cartão de crédito de cliente no seu nome” e, “posteriormente, os suspeitos realizavam as compras com o cartão em nome da vítima para seu benefício”.

No decorrer das diligências, conta o comunicado, a GNR cumpriu com cinco mandados de busca domiciliária, que culminaram na “apreensão de uma catana, uma pistola de ar comprimido, um computador portátil, três telemóveis e documentação bancária e financeira”. “Dos quatro detidos, três foram presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Mangualde, ficando sujeitos às medidas de coação de apresentações periódicas no posto policial da sua área de residência”, explica.

O documento acrescenta que o quarto detido, por já ter outros processos pendentes, foi presente ao Tribunal Judicial de Viseu e “ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva”. A GNR especifica ainda que esta operação contou com o reforço da Unidade de Intervenção (UI), do Comando Territorial de Coimbra e com o apoio da Polícia Judiciária (PJ).