Paulo Neves apela a Costa e Silva “que atenda às reivindicações da Região”

O deputado Paulo Neves pediu, hoje, ao autor do Plano Nacional de Recuperação Económica “para que atenda e leve em consideração as sugestões apresentadas, durante a consulta pública, pelo Executivo madeirense, de modo a que a Madeira tenha o devido destaque no documento”

Na apresentação pública do Plano Nacional de Recuperação Económica que hoje teve lugar na Assembleia da República, o deputado Paulo Neves insistiu na necessidade de a Região “ter outro destaque e outra projeção no documento, concretamente em projetos que, a serem apoiados, são de impacto nacional”. Uma insistência que o Social-democrata assumiu junto do autor do referido Plano, a quem pediu que atendesse e integrasse, conforme devido, as reivindicações manifestadas, pelo Governo Regional, durante a consulta pública, reivindicações essas que são “de elementar justiça” e fundamentais para garantir o necessário apoio da Europa, aquando da negociação dos Fundos comunitários.

Na sua intervenção, o deputado madeirense lamentou que, no plano original, a Madeira tenha sido esquecida “quando é uma Região que aposta num Centro Internacional de Negócios e tem um Registo Internacional de Navios que devia ser potenciado para o futuro e pelo próprio País”.

Paralelamente, reforça, “existem muitas outras áreas em que a Madeira deveria ter tido outro destaque neste Plano, nomeadamente no respeitante ao Turismo, às Acessibilidades e à Energia, entre outras”, áreas onde existem Projetos inovadores que, apesar de estarem em desenvolvimento na Madeira, “deviam ser assumidos como projetos nacionais”.

Será de referir que, em resposta ao deputado do PSD, Costa e Silva reconheceu que deveria ter dado mais destaque à Região Autónoma da Madeira.