GNR detém 46 pessoas e regista 790 infrações rodoviárias desde sexta-feira à noite

Lusa

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve 46 pessoas entre sexta-feira e hoje de manhã, 32 por conduzirem com excesso de álcool, e detetou 790 infrações rodoviárias, 603 das quais por excesso de velocidade.

Num balanço da atividade operacional decorrida entre as 20:00 de sexta-feira e as 08:00 de hoje, esta força de segurança indica cinco detenções por condução sem habilitação legal, três por resistência e coação, três por violência doméstica, uma por desobediência, uma por ofensa à integridade física simples e uma por posse de arma proibida.

Quanto à fiscalização de trânsito, a GNR anotou 50 infrações por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 32 por falta de inspeção periódica obrigatória, 27 por uso indevido do telemóvel na condução, 19 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 13 relacionadas com tacógrafos e oito por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Os militares desta corporação registaram ainda 29 acidentes, que provocaram dois feridos graves e oito feridos leves, e apreenderam 26,52 doses de haxixe, seis de cocaína, quatro de canábis e três facas no âmbito da prevenção e combate à criminalidade.