MADEIRA Meteorologia

Autoridades norte-americanas lançam grande operação para encontrar suspeito de tiroteio

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
26 Outubro 2023
10:12

A polícia norte-americana lançou hoje uma grande operação para encontrar o atirador que abriu fogo numa pista de ‘bowling’ e num bar-restaurante, matando pelo menos 22 pessoas, no pior tiroteio do ano nos Estados Unidos.

De acordo com o autarca da cidade de Lewiston, a segunda maior cidade do Estado do Maine (nordeste do país) entre 50 a 60 pessoas ficaram feridas no tiroteio.

Os tiroteios ocorreram em três locais diferentes, incluindo numa pista de bowling, num restaurante e num centro logístico de um supermercado Walmart, noticiou a cadeia de televisão CNN.

As autoridades policiais indicaram que o homem "armado e perigoso" está em fuga.

O suspeito foi identificado pelas autoridades policiais como Robert Card, de 40 anos, que divulgaram fotografias que mostram um homem, de camisola castanha e calças azuis escuras, armado com uma espingarda semiautomática.

De acordo com a estação de televisão CNN, que cita fontes policiais, Card é reservista do exército e instrutor certificado de armas de fogo.

"Temos 22 mortes confirmadas e muitos, muitos feridos", disse o autarca Robert McCarthy à CNN.

As autoridades locais pediram aos habitantes para ficarem em casa, com as portas trancadas, e publicaram também uma fotografia de um carro branco, apelando para serem contactadas pelos cidadãos que reconheçam o veículo.

As escolas públicas de Lewiston, segunda maior cidade do estado, com cerca de 36 mil habitantes, vão estar encerradas hoje, informou um funcionário do distrito escolar na rede social X (antigo Twitter).

A governadora do estado, a democrata Janet Mills, disse ter sido informada da situação e pediu a todos os habitantes da zona que seguissem as recomendações das autoridades, de acordo com uma mensagem na rede social X.

A Casa Branca indicou que o Presidente norte-americano, Joe Biden, já foi informado e está a aguardar notícias do local.

Nos EUA, um adulto em cada três possui pelo menos uma arma e quase um adulto em cada dois vive numa casa com uma arma.

Desde o início do ano, mais de 15.000 pessoas morreram vítimas de violência com armas de fogo no país, excluindo suicídios, de acordo com o Gun Violence Archive (GVA), grupo independente que recolhe informação sobre incidentes com armas de fogo.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com o investimento de 14 milhões de euros num navio de investigação?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas