Ivan Savvidis, presidente do PAOK, protagonizou este domingo um momento insólito no duelo com o AEK, quando, após um golo ter sido anulado à sua equipa, aos 90'+7, decidiu invadir o relvado e protestar de arma no coldre com o árbitro da partida. No meio da confusão, note-se o desespero do futebolista português Vieirinha perante toda a situação. 

Face ao sucedido, o governo grego suspendeu, esta segunda-feira, o campeonato. Entretanto, as autoridade gregas mandaram prender o presidente do PAOK.