A exposição com curadoria de Fátima Spínola, que reúne mais de duas dezenas de intervenientes, foi inaugurada ontem.

A mostra assinala o Dia Mundial do Artista e resulta do diálogo e das múltiplas interações entre 13 artistas plásticos e 11 agentes do teatro, que se juntaram para construir o corpo a um projeto onde emergem diversas linguagens, numa contracena entre as artes plásticas e as artes do palco.

Para “olhar com calma”, sugere Fátima Spínola, até ao próximo dia 17 de setembro.