Presidente, treinador e diretor desportivo do Marítimo foram confrontados por diversos elementos da claque maritimista ‘Fanatics’.

O confronto verbal foi inevitável, mas Carlos Pereira não se furtou ao diálogo, que durou alguns minutos.

Os adeptos também se dirigiram ao novo treinador, Julio Velázquez, que deixou, todavia, ser Carlos Pereira a fazer uso da palavra.

Ainda assim, no final do confronto verbal, os adeptos pediram a saída do presidente dos verde-rubros.