Alexander Forst, um fotógrafo alemão com 36 anos apaixonado por retratar céus e paisagens, viajou até à ilha da Madeira, onde confessou ter ficado impressionado com a variedade de cenários mágicos que encontrou.

Entre o Fanal e o Pico do Areeiro, foram cerca de quatro mil as imagens que captou durante a semana que cá esteve, superando o seu recorde pessoal, conforme contou ao jornal Público.

Ao mesmo jornal, contou que a paixão pelos céus noturnos (captados nesta galeria) prende-se com o facto de a sua câmara permitir ver o espaço em detalhe, coisas que são “invisíveis a olho nu”. Na pós-produção das suas imagens, a presença dos astros é realçada.

Veja mais imagens em https://www.instagram.com/lxphoton/.