China: Confirmado o caso de peste negra

Confirma-se o caso de peste bubónica que está a preocupar as autoridades chinesas. De acordo com a BBC, as autoridades estão em alerta máximo após o caso ter sido confirmado na região autónoma da Mongólia Interior.

O doente é um pastor que foi internado num hospital em Bayannur - cerca de 860 quilómetros a noroeste de Pequim - e se encontra atualmente em quarentena e em estado estável.

Entretanto, há já um segundo caso suspeito, numa menina de 15 anos.

Não é ainda conhecida a forma como o pastor pode ter sido infetado, revela a mesma fonte. Já a adolescente terá estava em contato com uma marmota caçada por um cão.

Recorde-se que o alerta de nível 3 estará em vigor até ao final deste ano, no sentido de prevenir e controlar possíveis surtos de peste bubónica. A escala vai de 1 a 4, sendo o nível um o mais alto e o quatro o mais baixo. Do nível 3 resulta a proibição de caçar e consumir animais que possam levar à praga, bem como o apelo às pessoas para relatar outros casos suspeitos.

Também conhecida como peste negra, a doença foi a pandemia mais devastadora registada na história da humanidade.