Colisão frontal faz 57 mortos e 20 feridos no Sudão

Lusa

Uma colisão frontal entre um camião, que transportava passageiros, e um trator-reboque matou 57 pessoas e deixou mais de 20 feridas numa autoestrada na região do Darfur, no Sudão, noticiou hoje a agência oficial.

De acordo com um comunicado da polícia, citado pela agência de notícias Suna, o acidente ocorreu na quinta-feira, na cidade de Shangil Tobayi, no norte da região do Darfur.

O camião embateu no trator-reboque que transportava automóveis, provocando o seu capotamento e um incêndio que o queimou totalmente, segundo a Suna.

A agência não forneceu mais pormenores sobre a causa do acidente.

A polícia de trânsito levou os corpos das vítimas para um funeral em massa na cidade.

Alguns dos feridos encontravam-se em estado crítico e foram levados para um hospital em al-Fasher, a capital provincial do Norte de Darfur, informou a polícia.

O camião, que viajava cheio de passageiros, saía de Shangil Tobayi quando colidiu com o reboque que seguia em direção à cidade, situada a mais de 1.100 quilómetros a oeste da capital, Cartum, acrescentou a mesma fonte.

Imagens gráficas do acidente circularam nas redes sociais, mostrando os passageiros envolvidos pelas chamas.

Os acidentes de viação são comuns no Sudão, frequentemente resultantes de estradas mal conservadas e da aplicação deficiente das leis de trânsito.

A Organização Mundial de Saúde estimou que os acidentes rodoviários mataram mais de 10.000 pessoas no Sudão em 2018.

Em outubro, uma colisão entre dois autocarros matou 21 pessoas e feriu outras 29 na província do Cordofão do Norte.