Covid-19: Português infetado no Japão teve alta hospitalar

Lusa

Adriano Maranhão, o primeiro português infetado com o novo coronavírus recebeu hoje alta hospitalar no Japão, depois de resultados negativos nas análises, segundo a sua mulher, Emmanuelle Maranhão.

Em declarações à agência Lusa, Emmanuelle Maranhão disse ter sido esta manhã acordada com a noticia de resultados negativos do marido e de ele ter "recebido alta hospitalar", adiantando não saber ainda informações sobre a possibilidade de o português regressar ao seu país.

Além de Adriano Maranhão, há um outro cidadão português hospitalizado no Japão com confirmação de infeção.

A epidemia, que teve origem na China, já infetou 85.641 pessoas em 58 países, das quais morreram 2.933.

Na Europa, Itália é o país mais atingido pelo surto, com 17 mortos e 605 infetados.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para “muito elevado”.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) registou 70 casos suspeitos de infeção, três dos quais ainda estavam em estudo sábado.

Os restantes 67 casos suspeitos não se confirmaram, após testes negativos.