Aeroporto de Maiquetía, na Venezuela, em estado de alerta

O aeroporto de Maiquetía está em estado de alerta, devido às fortes contestações por parte de apoiantes de Maduro, por um lado, e de Guaidó, por outro. Após um périplo pelos Estados Unidos e pela Europa, Juan Guaidó cumpriu a promessa e regressou à Venezuela decidido em fazer cumprir as suas palavras: "a democracia nunca esteve tão perto".

O autoproclamado Presidente da Venezuela partiu de Lisboa num voo da TAP rumo a Caracas, tendo já conhecimento das ameaças de Maduro que mal aterrasse em terras de Simón Bolívar seria preso.



À espera de Giaidó no aeroporto estaria uma caravana de parlamentares, políticos e apoiantes, que teriam de enfrentar o forte contingente policial e as forças lideradas por Nicolás Maduro.

Para já, o que se sabe é que o clima é de tensão e as próximas horas poderão ser determinantes para o futuro da Venezuela, de Guaidó e de Maduro.

(Em atualização)