Vários mortos em desabamento de mina de ouro no Chade

Lusa

Várias pessoas morreram na noite de segunda-feira para hoje após o desabamento de uma mina de ouro ilegal no norte do Chade, numa zona em que atuam diversos gangues e garimpeiros ilegais, anunciou uma autoridade chadiana.

O acidente ocorreu na área de Kouri Bougoudi, perto da fronteira com a Líbia, na província de Tibesti, que está sob o estado de emergência.

"Uma mina entrou em colapso, não posso dizer exatamente quantas pessoas estão mortas, mas há muitas pessoas a trabalhar nessas minas. Deve haver muitos mortos, isso é certo", disse à agência de notícias AFP, por telefone, o ministro da Defesa e Segurança do Chade, Mahamat Abali Salah.

Um oficial do exército disse à AFP que há "cerca de trinta mortos", segundo testemunhas. O exército não está presente nesta área remota do país neste momento.

Um deputado da região, também com base em testemunhos recolhidos a partir de N'Djamena, falou em “uma dúzia de mortos".

"Não posso fazer uma avaliação precisa, porque deslocámos tropas esta manhã", disse o ministro Abali Salah, acrescentando que as autoridades ainda aguardam um relatório sobre a situação.

A área de Tibesti, ao longo da fronteira com a Líbia, está fora da atuação das forças de segurança de N'Djamena e o solo, em alguns lugares, está cheio de túneis ou minas abertos a partir de estruturas precárias, na qual operam centenas de garimpeiros ilegais para gangues que controlam certas localidades.

Outros garimpeiros estão nas mãos de traficantes.