Corbyn afasta rumores de demissão, mas não define posição sobre o 'Brexit'

Lusa

O líder trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, prometeu hoje cumprir uma legislatura "completa" se o partido ganhar as próximas eleições no Reino Unido, sem, no entanto, definir a sua postura em relação ao 'Brexit'.

"Vou levar o partido às próximas eleições para pôr fim à austeridade, implementar políticas que permitam melhores padrões de vida e melhores oportunidades para todos os cidadãos", afirmou em entrevista à BBC, afastando os rumores de demissão.

Questionado sobre se cumpriria todo o mandato num eventual governo trabalhista, Corbyn, 70 anos, respondeu afirmativamente, mas sem definir se fará campanha pela permanência do país na União Europeia (UE).

O líder trabalhista está confiante em negociar um novo acordo de saída com a UE e quer apresentá-lo a votação num referendo em que a segunda opção seria a permanência no bloco europeu.

As declarações do líder trabalhista foram feitas no fim de semana em que começa em Brighton o congresso anual do partido que lidera, com várias figuras a pressionarem para que assuma uma posição favorável à continuação do país na UE, numa altura em que se aproxima a data prevista para o 'Brexit', 31 de outubro.

Em resposta aos deputados e ativistas que reclamam que tome posição, Corbyn disse que secundará "qualquer decisão que seja adotada pelo partido".